Secretaria de Estado da

CASA CIVIL

Agronegócio

Cinco bons motivos para comprar na Feira Virtual Sisa+

Mauro Tavernard
10/08/2020

Idealizada no início do ano a partir do projeto “Fortalecimento do Sisa: aprimoramento dos seus programas e valorização dos ativos e sustentabilidade financeira de uma economia de baixas emissões”, financiada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento(Pnud) e executada pelo Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais (IMC) e Companhia de Desenvolvimento de Serviços Ambientais (CDSA), a Feira Virtual Sisa+ angariou novos parceiros e hoje é uma realidade para várias famílias lideradas por mulheres na região rural do Bujari, interior do Acre.

A plataforma começou a ganhar forma em março, após o II Encontro de Mulheres Empresárias Rurais de Baixas Emissões, mas a data de lançamento ainda não havia sido definida. Com a pandemia e as medidas de isolamento governamentais propostas pelos órgãos de saúde, feiras livres foram fechadas e o site iniciou os serviços em junho.

Mulheres empresárias rurais no dia da entrega dos produtos da Feira Sisa+, sempre às sextas-feiras. Foto: Mauro Tavernard

Com a Feira Virtual Sisa+, as agricultoras tiveram a oportunidade de ter uma fonte de renda durante o período de restrição, e deu tão certo que a meta é continuar com as vendas online, possuindo até uma meta definida: duas mil entregas até o fim de 2020.

“A Feira Sisa+ traz dignidade para as mulheres e suas famílias, valoriza o nosso trabalho e nos ajuda nesse período difícil do coronavírus. A produção é nossa mesmo, sem agrotóxico ou qualquer tipo de veneno”, afirma Geovana Castelo Branco, uma das líderes do movimento de mulheres empresárias rurais com baixas emissões de carbono.

Elza Mendonça, do Earth Institute Invation (EII), diz que “o processo de produção das mulheres de baixas emissões é importante por promover um tipo de produto autossustentável para as famílias, ajudando as mulheres e fortalecendo a economia delas”.

Kits de entregas sendo montados . Foto: Mauro Tavernard.

Na última sexta-feira, 7, a Agência de Notícias do Acre esteve na Rui Barbosa, nº 17, Centro, em frente ao Estádio José de Melo, para acompanhar o dia de entrega das mulheres, que participam de todas as etapas, da colheita ao transporte, passando pelas organização dos produtos e entrega.

Os pedidos são recebidos na plataforma até quarta-feira, e a colheita é feita geralmente às quintas-feiras, com entregas às sextas. Com um sorriso no rosto e a caminhonete cheia de encomendas, a produtora Daniele Mendonça, de 21 anos, foi com o motorista, cedido pela Secretaria Estadual de Produção e Agronegócio (Sepa), fazer a entrega das mercadoras.

Bons motivos para comprar na Feira Virtual Sisa+:

1 – Fortalecimento de comunidades lideradas por mulheres

Todos os produtos incluídos na plataformas Sisa+ são feitos por mulheres, em diferentes níveis (plantio, colheita, organização, vendas etc). Dessa forma, comprando na Sisa+, o cidadão ajuda agricultoras a terem alternativas de recursos durante a pandemia e a dar dignidade a elas, valorizando seus excelentes serviços e, por conseguinte, ajudando toda sua família.

2 – Produtos fresquinhos e livre de agrotóxicos

Um dos principais diferenciais da Feira Virtual são os produtos naturais e frescos, que saem do campo para o consumidor, colhidos sempre no dia anterior à entrega, livre de agrotóxicos. Esse diferencial é muito importante, pois produtos químicos podem causar problemas neurológicos, dificuldades respiratórias, irritações na pele e diversos outros prejuízos à saúde.

3 – Entrega em casa: comodidade e proteção

Mesmo com a flexibilização das medidas de segurança, a pandemia do coronavírus ainda não cessou, e pessoas continuam a ser infectadas, com óbitos registrados diariamente. Por isso, deve-se ter o cuidado de autoproteção, e o fato de receber os produtos em casa diminui o risco de contágio, sem contar a comodidade de receber produtos de qualidade na porta de casa.

4- Variedade de produtos

Os produtos são divididos em quatro segmentos: frutas, legumes, verduras e produtos artesanais, com atualização feita conforme a safra de cada produto. São vários tipos de banana, limão, tangerina, mamão, maxixe, quiabo, macaxeira, jerimum, batata doce, pimenta, goma, farinha, bolo caseiro, pão, alface, cheir- verde, chicória, couve, hortelã e outros.

5- Incentivo à agricultura de baixas emissões de carbono

Um dos principais objetivos dos organizadores são o estimulo a produtos de baixas emissões de carbono, pois visam alcançar o desenvolvimento sustentável do meio ambiente, economia e sociedade. Diminuir o desmatamento e queimadas e reduzir as perdas na fertilidade do solo são apenas alguns dos benefícios da prática.

Para aderir à iniciativa, basta clicar na foto abaixo e ser direcionado ao site da Feira Sisa+:

A Feira Sisa + é realizada com recursos do governo da Noruega para Clima e Florestas (NICFI), por meio da administração do Pnud, com parceria do Earth Innovation Institute (EII), apoio da Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF-FT), com ações integradas das seguintes instituições do governo do Estado do Acre: Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação dos Serviços Ambientais (IMC), Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa), Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (Seet), Gabinete da Primeira-Dama, Secretaria de Estado de Assistência Social, Diretos Humanos e Políticas para Mulheres (SEASDHM) e Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

Fonte Agência de Notícias
Secretaria de Estado da Casa Civil | CASA CIVIL Av. Brasil, 307-447 - Centro, Rio Branco - AC